DESPACHANTE É PRESO EM AEROPORTO DE MANAUS POR FALSIFICAR REGISTRO DE EXPORTAÇÃO

Um despachante foi preso após tentar transportar 12 mil peixes com um Registro de Exportação adulterado nesta terça-feira (28) no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus. Segundo a Polícia Federal, a prisão ocorreu após o funcionário adulterar o documento, que estava com dados errados. A abordagem foi realizada no terminal de cargas III do aeroporto, quando o despachante apresentou o Registro de Exportação adulterado. Segundo a Polícia Federal, no documento apresentado constavam apenas 1,2 mil peixes da espécie Paracheirodon Axelrodiseram, mas, após uma análise dos auditores do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), foi verificado que a quantia real de peixes qu

Receita Federal estabelece nova sistemática para retificação de declarações de importação

Agora, quando um importador necessitar retificar uma declaração de importação já desembaraçada, não será preciso formalizar um processo administrativo junto a unidade da Receita Federal competente. Caberá ao próprio importador registrar no Siscomex as alterações desejadas e efetuar o recolhimento dos tributos porventura apurados. Tais tributos serão calculados pelo próprio sistema, devendo ser pagos por meio de débito automático em conta ou DARF, tal como ocorre no registro da declaração de importação e nas retificações efetuadas no curso do despacho. Eventuais juros e multa devidos também deverão ser recolhidos. A nova rotina representa um enorme avanço neste processo, uma vez que possibili

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags

© 2017 por Rogerio Chebabi Advocacia